sexta-feira, 21 de março de 2008

Aprendendo a dividir!




Trabalhei com a turma o poema "A BONECA" de Olavo Bilac

Levei para sala uma boneca e fiz relação do texto com as constantes brigas por causa dos brinquedos e jogos, do lugar na fila, da posição na sala e ...
Provoquei o tempo todo com perguntas a cerca de como as meninas do poema poderiam ter resolvido o problema.
As respostas foram maravilhosas. É claro que eles sabem o que fazer para conviver melhor, mas! Na prática é bem diferente. (Coisas da idade)

Eles gostaram muito e riram bastante relembrando os fatos ocorridos na sala.

Depois das discussões escrevi o poema em uma folha de papel metro, desenhei a boneca, fizemos uma leitura coletiva e deixamos o cartaz exposto na sala.


A boneca
Deixando a bola e a peteca,
Com que inda há pouco brincavam,
Por causa de uma boneca,
Duas meninas brigavam.

Dizia a primeira: "É minha!"
— "É minha!" a outra gritava;
E nenhuma se continha,
Nem a boneca largava.

Quem mais sofria (coitada!)
Era a boneca. Já tinha
Toda a roupa estraçalhada,
E amarrotada a carinha.

Tanto puxaram por ela,
Que a pobre rasgou-se ao meio,
Perdendo a estopa amarela
Que lhe formava o recheio.

E, ao fim de tanta fadiga,
Voltando à bola e à peteca,
Ambas, por causa da briga,
Ficaram sem a boneca. . .
Olavo Bilac
(Em: O tesouro das virtudes para
crianças. Ana Maria Machado (org.)
.São Paulo,Nova Fronteira,1999.)

Nenhum comentário:

Termas de Puritama - Chile

Relaxante  Um oásis no deserto! Não aceita cartão, então leve dinheiro para pagar a entrada em Puritama (Adulto CLP15000 pesos e cr...