domingo, 24 de novembro de 2013

Vale do Capão -Chapada Diamantina


Saímos de Lençóis aproximadamente as 09:00 h, em direção a Palmeiras. De lá fomos para o Vale do Capão.
Pedro e João Pedro



                                                                        Morrão

Encontramos novos parceiro de viagem! Relembrando os bons tempos com Tiana e Eric.


Eu e Irena


Descendo o Riachinho (No caminho para o Capão)
  Regra: Não usar o estilingue em nada vivo!
No Vale do Capão
Descemos a trilha da Cachoeira da Fumaça e fomos para vila!

Na Fumaça chegamos tarde(14:00h) e não havia mais guias disponíveis, como Wilson sabia a trilha começamos a subir (A associação de guias é bem hostil quando você vai subir sozinho (sem guia), não da informações sobre a trilha e nem permite que você registre sua subida, para caso haja necessidade de buscas. Ficamos decepcionados). Como estávamos com crianças paramos muito durante a subida e ficou inviável terminar a trilha. Descemos e fomos curtir o vale, sem stresse. (Depois posto as fotos da subida).

 Dica: Saia de Lençóis após o café da manhã direto para o Capão (45 min), no nosso caso paramos em Palmeiras e no Riachinho. Deixe para visitar o Riachinho no retorno do Vale.

                 Igrejinha 

O Capão fica movimentado a partir da 15:00 ou 16:00 h, antes disso a maioria dos visitantes estão nas trilhas!

João Pedro no momento BIRRA!


  Pizzaria do Capão (Abrindo as 16:00 h)

                                                            Comida vegetariana


Vale visitar!


                                                                    Estada para o Capão



 Sandro e Wilson, após o almoço!

Lençóis >Vale do Capão
Distância: Aproximadamente 25 Km (Estrada de terra), em bom estado.

Veja também
http://www.guiachapadadiamantina.com.br/como-chegar
http://www.guiachapadadiamantina.com.br/categoria/onde-ficar/onde-ficar-vale-do-capao
http://www.booking.com/


2 comentários:

Edvard Pereira disse...

Esses guias do Capão são sacanas, de acordo como você disse. Ir à cachoeira, com ou sem guia é uma opção de cada visitante. Eu, caso achasse necessário, teria optado por isso. Agora, se negar a registrar os seus nomes é muita falta de profissionalismo e ética. Isso só faz denegrir a imagem do lugar e da associação, pois o turismo não é só o serviço de guias. Por trás (e até à frente) existe uma gama enorme de pessoas e empresas que sobrevivem e dependem disso. Simplesmente decepcionante! Mas o que vale é que vocês não deram totalmente uma viagem perdida!

cassia virgens disse...

Edvard Pereira infelizmente as vezes passamos perrengues nas viagens, mas sempre vale a pena!

Vivendo a História -Petrópolis -RJ

Saímos do Rio as 11:00 h a.m, em direção a Petrópolis, a e strada é sinuosa,mas cheia de charme. Essa foi a nossa segunda vez no Rio e dec...